img03blog - Microcomputador: O que é?

Microcomputador: O que é?

Presente no dia a dia de muitas pessoas, o microcomputador é um equipamento fruto do avanço da tecnologia, que tem otimizado bastante as tarefas realizadas, no trabalho ou mesmo em casa, no decorrer dos anos. Mas será que você sabe o que é microcomputador?

Você tem ideia de como funciona um microcomputador ou do que ele é composto?

Bom, se a resposta para todas essas perguntas for não, então saiba que esse artigo foi feito para você!

Isso mesmo! Nesse post, mostraremos tudo o que você precisa saber sobre microcomputadores, de modo que este equipamento não seja mais um elemento desconhecido e passe a ajuda-lo ainda mais no seu dia a dia.

Por isso, continue lendo esse post e descubra:

  • O que é microcomputador;
  • Quais são as suas funções principais;
  • Do que um microcomputador é composto;
  • Diferenciais do microcomputador.

Confira!

O que é microcomputador?

computer motherboard pc wires - Microcomputador: O que é?

Há quem diga que o microcomputador seja uma máquina que manipula dados e informações mediante comandos específicos. Assim como também existem aquelas pessoas que definem o microcomputador como uma máquina digital de escrever.

Enfim, existem várias definições sobre o que é microcomputador. Mas de um modo geral, um microcomputador nada mais é do que um equipamento que serve para processar informações.

Antigamente esse tipo de equipamento recebia o nome de computador devido o seu tamanho, pois assim que foi criado, o computador apresentava grandes dimensões. Mas com o tempo e avanço da tecnologia essa realidade mudou. E o computador foi atingindo maior potencia e menor tamanho, chegando a ficar com as características que tem hoje em dia e a passar a ser chamado de microcomputador.

Quais são as funções principais dos microcomputadores?

img04blog - Microcomputador: O que é?

Tão importante quanto saber o que são microcomputadores, é ter noção sobre o funcionamento dessa máquina. Mas acredite, entender as funções principais não é tão difícil quanto você deve imaginar. Basicamente, ele apresenta 4 funções básicas. São elas:

  • Entrada;
  • Processamento;
  • Saída;
  • Armazenamento.

Toda informação que você insere neste equipamento representa a função de entrada. Por exemplo, quando você insere um pen drive na USB do seu microcomputador, então você está inserindo dados neste equipamento, ou seja, fazendo uso da sua função de entrada.

O processamento por sua vez, consiste na realização das operações de manipulação dos dados inseridos. Um bom exemplo disso é quando você abre um arquivo do seu pen drive e faz alguma edição nele.

A saída corresponde ao resultado do processamento dos dados. Ou seja, quando você processa algum arquivo no seu microcomputador e em seguida o salva no seu pen drive ou em qualquer outro dispositivo similar, esta função representa a função de saída.

Por fim, o armazenamento é a função que faz referência aos dispositivos que conseguem manter os dados armazenados e salvos, mesmo quando o equipamento é desligado.

CTA EBOOK 1024x785 - Microcomputador: O que é?

Do que um microcomputador é composto?

img02blog - Microcomputador: O que é?

Como pode notar, o microcomputador apresenta inúmeras funções. Mas além de saber o que é e as funções que ele desenvolve, você também precisa ficar por dentro do que este equipamento é composto, até mesmo para garantir o seu bom funcionamento, certo?!

Bom, nesse caso a primeira informação que deve ter em mente é que o microcomputador é composto basicamente por duas partes, chamadas de hardware e software.

Hardware

O hardware nada mais é do que a parte física do equipamento. Ou seja, é tudo aquilo que você pode tocar, como por exemplo, o monitor de vídeo, o mouse, o teclado, e assim por diante.

Software

O software por sua vez são os programas existentes no microcomputador, que faz com que este equipamento consiga trocar informações com você, no intuito de gerar um determinado resultado. Como exemplos de softwares, é possível citar o sistema office, antivírus, dentre outros. Além disso,  você também encontrará os chamados periféricos, que são componentes do hardware que permitem a conexão entre a unidade central e o meio externo.

Periféricos

Em um microcomputador, existem três tipos de periféricos. São eles:

  • Periféricos de entrada

Os periféricos de entrada, são unidades usadas para inserir dados e informações no microcomputador. Como exemplos de periféricos de entrada, é possível citar o mouse, o teclado, o scanner, o microfone, a webcam, dentre outros.

  • Periféricos de saída

Estes periféricos representam unidades usadas para emitir as informações do computador para o meio externo. Como exemplos de periféricos de entrada, é possível citar a impressora, o monitor, o vídeo-projetor, dentre outros.

  • Periféricos de entrada/saída

Existem ainda os periféricos que são, ao mesmo tempo, de entrada e saída, uma vez que estes permitem a comunicação bidirecional de informações entre o microcomputador e o usuário. Dentre os principais periféricos de entrada/saída que existem, estão:

  1. Modem: Unidade usada para conectar o microcomputador à internet e também recebe informações;
  2. Placa de rede: periférico usado para fazer a conexão entre microcomputadores e trocar informações entre eles;
  3. Placa de som: periférico usado para obter e restaurar o som do microcomputador. Através desta placa é possível conectar tanto um microfone, quanto os auto-falantes.

Portanto, esta é a estrutura básica que compõe um microcomputador. Essas informações são muito importantes, caso você queira ter um equipamento em casa ou então no trabalho.

Diferenciais de um microcomputador

Com certeza você já deve ter se perguntado quais são os diferenciais de um equipamento desses. Ou então, porque ele se torna um equipamento melhor para se ter do que um computador.

A verdade é que, além de ser um equipamento bem menor que muitos computadores, sua estrutura de funcionamento tende a ser um pouco mais veloz que os computadores de antigamente.

Além disso, o seu poder de armazenamento aumenta gradativamente com o tempo, o que permite aos usuários desta máquina guardar varias informações sem ter que sacrificar o desempenho do equipamento em si.

Portanto, agora que você já sabe o que é microcomputador, do que ele é composto e o diferencial desta máquina em relação a outras no mercado, então está pronto para garantir o bom uso desse equipamento e melhorar ainda mais o seu desempenho em casa ou então no trabalho.

Agora que você já sabe o que é um entenda os desafios de montar um microcomputador.

Gostou do artigo? Ficou com alguma dúvida? Então deixe o seu comentário abaixo e compartilhe conosco as suas dúvidas e opinião sobre o assunto que foi abordado nesse post!

Aproveite também para ver quais são as melhores capacitações para 2018 na área de T.I.

CTA INFOGRAFICO 1024x785 - Microcomputador: O que é?

1 comentário sobre “Microcomputador: O que é?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.